CONANE 2015

Membros da Direção, Equipe Pedagógica e Corpo Docente do Colégio Santos Dumont participarão do CONANE 2015, em busca de novas experiências em prol de melhorias na educação.

Durante a CONANE, a assessora especial do Ministro da Educação, Helena Singer, estará em reunião particular com a equipe do Colégio Santos Dumont.

O que é a CONANE?
Quem esteve em Brasília, na CONANE de 2013, sabe da importância do evento. A primeira Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação reuniu mais de 30 experiências que buscam construir uma educação viva e democrática que enxergue a criança de modo integral, com suas questões cognitivas, emocionais e sociais completamente associadas. A estas experiências se misturam escolas públicas e privadas, associações, organizações do terceiro setor, diferentes projetos que não educam suas crianças a todo tempo em salas de aula, enfileiradas, aplicando provas e notas. São experiências educativas que enxergam a importância de construir o conhecimento teórico vinculado a prática de modo a permitir que a criança desenvolva sua autonomia sendo ela mesma sujeito ativo dentro do seu processo educativo.
A CONANE 2013 também mobilizou a entrega do III Manifesto pela Educação, mudar a escola, melhorar a educação, transformar o país (http://romanticos-conspiradores.ning.com/profiles/blogs/iii-manifesto-pela-educa-o-brasileira-mudar-a-escola-melhorar-a). Este manifesto iniciado pela rede de educadores Românticos Conspiradores e disponibilizado também para construção colaborativa pela internet foi entregue ao Ministério da Educação presente no evento e, simultaneamente, em 30 câmaras municipais espalhadas pelo Brasil, graças ao trabalho dos educadores em rede. O Manifesto que pode ser lido no link acima continua coletando assinaturas para pressionar o poder público a aceitar reivindicações urgentes pela melhoria do sistema público de educação do Brasil.
A luta pela autonomia da escola pública é uma das principais pautas, já garantidas em lei nos décimo quarto e décimo quintos artigos da LDBEN, mas não cumprido na prática, assim como a redução do número de crianças por educador, para que possamos construir vínculos profundos e verdadeiros entre educadores e educandos, assim como a urgência por salários dignos para os professores, funcionários públicos que exercem a função de Educar nossas crianças. O Manifesto será novamente apresentado ao ministério, nesta vez presente na figura do professor Renato Janine.
A CONANE 2013 contou com um formato mais expositivo e algumas rodas de conversa improvisadas pelos próprios participantes, além de rodas de música e dança que acabaram ocorrendo naturalmente. A CONANE deste ano está sendo organizada de forma coletiva e colaborativa por educadores de diferentes partes do Brasil e terá um formato um pouco distinto da primeira, contemplando mais oficinas, rodas de conversa, espaços abertos, inscrições por interesse, música, teatro e dança.
Paulo Freire foi uma das grandes referencias conceituais do primeiro encontro, uma vez que a mesa de apresentação contava com seu conceito que “ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, nos educamos uns aos outros mediatizados pelo mundo”, assim como uma frase erguida pelas Crianças “a escola que queremos é a escola que construímos juntos”.
Este ano a CONANE será realizada no bairro educador de Heliópolis, uma referência muito importante de educação de qualidade para todo o Brasil, onde o educador e diretor Braz Rodrigues Nogueira desenvolveu junto a comunidade, um lindo projeto democrático, como diretor da escola Campos Salles, e agora, 28 de Abril, foi ali também inaugurado o CEU Professora Arlete Persoli, muito bem recebido.
O CEU Heliópolis Profª Arlete Persoli nasceu da parceria entre a comunidade organizada, a escola e o poder público em meio a um movimento que vem ganhando força e contagiando outros equipamentos educacionais e socioculturais da comunidade, bem como os moradores, as famílias e, principalmente as crianças e jovens: o sonho de transformar Heliópolis em um Bairro Educador. O movimento se constituiu a partir de cinco princípios: tudo passa pela educação, a escola como um centro de liderança na comunidade onde está inserida, autonomia, responsabilidade e solidariedade. Esse sonho é incorporado à missão do CEU Heliópolis que visa ser um centro vivo de possibilidades de participação e gestão, gerador de sujeitos que desejam, buscam e atuam na direção de uma sociedade mais humana e igualitária.
Texto original publicado no Portal do Educador.